quarta-feira, junho 09, 2010

Quais são as apostas para a Assembléia Legislativa?

Tribuna da Bahia
 
Publicada: 07/06/2010 00:16| Atualizada: 07/06/2010 00:13
 
Lílian Machado e Rafael Rodrigues
 
A quatro meses das eleições, algumas peças já se apresentam com força no tabuleiro eleitoral, sinalizando para uma acentuada renovação na Assembleia Legislativa, onde novos nomes devem chegar para compor as bancadas na Casa. Motivados pelo clima de pré-campanha, cada partido tem estabelecido metas e já faz as contas de quantos deputados devem formar. PT, PMDB, DEM, PR, PDT, PCdoB apostam alto na disputa para fazer um maior número de parlamentares. Dos rincões do estado ou na capital baiana surgem candidatos com grande chance de serem eleitos, mas no jogo da permanência, o fortalecimento de alguns nomes também é dado como certo.  
Com históricos políticos, engajamento social, ou até sem experiência, mas com grande poder de persuasão e carisma, candidatos surgem aos montes em todas as legendas. Nem bem a campanha começou a tomar as ruas e muitos já são alçados à condição de destaque, como nomes fortes para atrair o eleitorado.
Na matemática dos partidos, a maioria tem como alvo a ampliação no número de representantes. O PT, por exemplo, hoje com dez deputados estaduais, corre para fazer entre 13 e 15 parlamentares. “O Partido dos Trabalhadores vai se empenhar bastante, com o objetivo de que a nossa bancada cresça”, enfatiza o líder petista na Assembleia, deputado Paulo Rangel. Segundo ele, apesar das dificuldades de avaliação, os resultados positivos são traçados a partir de uma “visão global dos apoios”.
 
Nos bastidores do partido, a lista é grande de nomes possíveis de saírem com vitória nas eleições de outubro. Entre os que devem ser reeleitos, o deputado Zé Neto, com base eleitoral em Feira de Santana, dispara com folga. Em seguida aparece o nome de Neusa Cadore, J. Carlos, Fátima Nunes e Paulo Rangel. Já entre os novos, os mais citados são Rosemberg Pinto, Marcelino Galo, Luiza Maia - esposa do prefeito de Camaçari, Luiz Caetano, e Maria Del Carmem.
 
Uma das fortes apostas que surge no interior do estado é José Raimundo, de Vitória da Conquista. Ele deve abocanhar a votação do atual líder do governo na Assembleia, Waldenor Pereira, que este ano tenta ocupar uma cadeira na Câmara Federal. Surgem com força ainda os ex-prefeitos Carlos Brasileiro, de Senhor do Bonfim, e Joseildo Ramos, de Alagoinhas.
 
No bloco dos comunistas, o deputado Álvaro Gomes, que popularizou o projeto de extinção da tarifa telefônica, segue como candidato forte à renovação de mandato. No PCdoB, são tidos como apostas os vereadores Olívia Santana, da capital; Jean Fabrício, de Vitória da Conquista; Kelly Magalhães, do município de Barreiras; e Venceslau Junior, de Itabuna. Ao todo, o PCdoB deve ter 15 candidatos. Vale ressaltar que o diretório do partido tem dito que não irá fazer coligações na proporcional.

Nenhum comentário:

Torpedos Grátis

Paróquia Pintadense

Portal Bacia do Jacuípe

Polo Pintadas UAB

Secretaria de Educação

Colégio Normal de Pintadas

Localizar no Site