domingo, julho 31, 2011

Coelba recebe Neusa e representantes de quatro municípios


27/07/2011

O presidente da Coelba - Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, Moisés Sales, recebeu a deputada estadual Neusa Cadore (PT) e os representantes dos municípios de Quixabeira, Pintadas, Valença e Riachão do Jacuípe para debater a expansão do Programa Luz Para Todos, nesta quarta-feira (27), em Salvador.

Moisés Sales, presidente da empresa, disse que novas obras de energia começam a partir de setembro

Na reunião eles discutiram
sobre o Decreto publicado no dia 11 de julho no Diário Oficial da União que prorroga o Programa Nacional de Universalização do Acesso e Uso da Energia Elétrica Luz para Todos para o período de 2011 a 2014. O programa se destina a levar energia elétrica à parcela da população do meio rural sem acesso a esse serviço.

Na foto: Julita Trindade, chefe de gabinete de Neusa; Eliezer Costa, prefeito de Quixabeira e Moisés Sales.

Em Pintadas,
segundo o prefeito Valcyr Rios (PT), o município tem mais de 60% do território eletrificado. "Quando começou o programa tínhamos apenas 30% do município com energia. Sei que já avançamos muito com mais de mil ligações realizadas, mas queremos muito mais", informou o prefeito. Junto com a deputada Neusa, o gestor entregou uma relação de 15 obras prioritárias ao gestor da empresa.
Moisés, representantes de Pintadas e Neusa

Lançado em 2003,
o programa era para ter sido extinto em 2010, mas o decreto publicado em outubro prorrogou o prazo de execução até 31 de dezembro de 2011 para obras contratadas até 30 de outubro de 2010. Até agora, 13,6 milhões de pessoas foram atendidas. A região mais beneficiada é a Nordeste (6,7 milhões de beneficiários).

Em Quixabeira, o prefeito Eliezer Costa (PT) quer ampliar a rede elétrica priorizando as localidades que precisam de poço artesianos ou têm agricultores familiares. Segundo Eliezer, a prefeitura já tem um programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar e os agricultores precisam da energia para melhorar a produção.

Moisés, Neusa e representantes de Quixabeira

O Decreto publicado este mês define que são beneficiários também as pessoas atendidas pelo Programa Territórios da Cidadania ou pelo Plano Brasil Sem Miséria. Além desses beneficiários, serão atendidos pelo Luz para Todos os projetos de eletrificação em assentamentos rurais, comunidades indígenas, quilombolas e outras comunidades localizadas em reservas extrativistas.

Em Valença,
existem várias comunidades quilombolas que estão na fila de espera da energia. Há também muitos problemas ambientais o que dificulta a realização das obras. Na reunião foi anunciado que uma das principais reivindicações do município, que é a eletrificação da região de Jiquiriçá, já está preste a ser iniciada. “A partir de setembro quando iniciarmos os contratos válidos pelo novo decreto já faremos essa obra”, sinalizou Moisés. O sindicalista Manoel dos Santos disse que a obra é muito importante porque serão beneficiadas 95 famílias.

Moisés, Neusa e representantes de Valença
Em Riachão do Jacuípe, muitas obras estão em andamento. No encontro a reivindicação do vereador Ninho Moto Boy é a eletrificação na zona urbana. “São vários loteamentos sem energia e ficamos felizes que saímos daqui já com a sinalização da energização dos loteamentos Arapuava, São Gabriel e Mandacaru”, disse Ninho, que esteve acompanhado de moradores. Marcel Oliveira disse que onde mora há seis anos e não tem energia. Ele acredita que depois desta visita a obra será realizada.

Moisés, Neusa e representantes de Riachão do Jacuípe
A deputada Neusa agradeceu a atenção e as informações prestadas pelo presidente da Coelba aos participantes do encontro. Afirmou que a empresa está cumprindo sua meta e prestando um ótimo serviço ao povo baiano. Ela também disse que o Governo Wagner manterá sua participação ativa no cumprimento das metas do Programa Luz Para Todos. Dados da Coelba mostram que cerca de 200 mil ligações de energia ainda precisam ser feitas no Estado. O IBGE (2010), porém ameniza afirmando que esse número é de aproximadamente 120 residências sem luz. “Essa diferença se deve provavelmente por causa da duplicidade de cadastro de comunidades com nomes diferentes”, explicou Sales.


Geladeira - A Coelba também divulgou que o Projeto Nova Geladeira tem agora como público prioritário os beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida. O presidente da empresa, Moisés Sales, explicou que a medida visa seguir as orientações do Governo Federal que pretende oferecer o máximo de serviços possíveis para as pessoas mais pobres. “Agora as prefeituras devem informar para a Coelba que existe o projeto das casa já em conclusão e aquelas famílias com geladeiras velhas receberão uma nova para evitar o desperdício de energia e se manterem dentro da tarifa social”, comunicou Sales.

Remoção de rede
– Outra dúvida esclarecida pelo gestor da empresa foi referente à remoção de postes e cabos da rede elétrica já instalada. Segundo Moisés Sales, a Coelba pode fazer a remoção da rede que esteja prejudicando alguma propriedade, mas os custos operacionais do serviço fica por conta do solicitante.

Fonte:http://www.neusacadore.com.br

Nenhum comentário:

Torpedos Grátis

Paróquia Pintadense

Portal Bacia do Jacuípe

Polo Pintadas UAB

Secretaria de Educação

Colégio Normal de Pintadas

Localizar no Site