terça-feira, maio 03, 2011

MUNICÍPIOS DA BACIA DO JACUÍPE RECEBEM ORIENTAÇÃO PARA ADEQUAÇÃO DE LATICÍNIOS

Para reestruturar a cadeia produtiva do leite e derivados nas regiões do Sisal e Riachão do Jacuípe, a Secretaria da Agricultura (Seagri), por meio da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), em conjunto com diversas secretarias do Estado, acompanha o processo final de certificação de 15 indústrias de laticínio. Com a medida, a expectativa da Adab é que cerca de 150 mil de litros de leite/dia, produzidos principalmente por agricultores familiares, saiam da clandestinidade, passem a ser processados por indústrias inspecionadas e garantam ao consumidor um produto de qualidade.

Outras 25 indústrias em todo o estado também estão recebendo orientação da Agência para atender às determinações da legislação federal (Instrução Normativa nº 51), que estabelece os procedimentos para a produção, o transporte e a comercialização de leite em todo o país.


As grandes bacias leiteiras do estado estão localizadas notadamente no sul, sudoeste, Recôncavo e oeste. Agora, a Adab está dando especial atenção ao norte baiano, incentivando a legalização de laticínios nos municípios de Riachão do Jacuípe, Nova Fátima, Capela do Alto Alegre, Gavião, Pé de Serra, Santa Luz, Filadélfia, Queimadas, Itiúba, Senhor do Bonfim, Capim Grosso, Tapiramutá, Mundo Novo, Piritiba, entre outros.


Nesses municípios e em todas as cidades interessadas em participar do processo, as ações para adequação dos laticínios começam com o envolvimento da comunidade por meio de palestras educativas oferecidas pela Adab. Técnicos e veterinários da Agência têm percorrido diversas localidades para conscientizar a sociedade sobre a importância de adquirir, comercializar e consumir leite inspecionado.



Nenhum comentário:

Torpedos Grátis

Paróquia Pintadense

Portal Bacia do Jacuípe

Polo Pintadas UAB

Secretaria de Educação

Colégio Normal de Pintadas

Localizar no Site